sábado, 4 de junho de 2011

Detalhes, detalhes, detalhes e as contas não fecham!

Jane Nunes e Rose David em seu blog procuraram e acharam o que fazer. Leia o número fantástico de atendimentos mensais do programa fraude cidadão: 3.000.000,00

Dentre muitas frustrações intelectuais que carrego, uma é relacionada a matemática.

Ainda assim, se considerados esses gigantescos números, a população dessa cidade, aí incluídos crianças de todas as idades. deficientes, hospitalizados, e toda sorte de pessoas que não se movem, ou não fazem por conta própria, ou detêm alguma forma de gratuidade, usariam o transporte público, o que deixaria no ar um mistério:

De onde vem tanto carro? Bom, pode ser do Espírito Santo, quem sabe?

Bom, mas vamos lá as contas:

3.000.000,00 por mês, e considerando TODA a população, de acordo com o IBGE, algo em torno de 480.000 habitantes, daria uma média de 62,5 atendimentos ou passagem per capita.

Se dividirmos isso por dias do mês (30), incluído aí os dias de descanso, teríamos um número aproximado de 2 atendimentos por pessoa/dia. Ou seja, TODA a população teria que andar de ônibus ao menos duas (02) vezes ao dia.

Lógico que conhecemos o cálculo aritmético e a média, mas ainda assim, o número é assustador.

Ou estão mentindo para fazer propaganda, ou para "arrecadar mais", ou as duas coisas, quem sabe?

Uma outra brincadeira com os números: se isso fosse verdade, e os ônibus trafegassem com lotação mais que esgotada (com 60 pessoas por viagem), teríamos que contar com uma frota de 08 mil ônibus, à disposição dessa gente toda de Campos dos Goytacazes.

'Tá bom, ou querem mais?


Atualização para corrigir o cálculo, em acordo com as observações dos comentaristas:



Tem muita coisa errada nesse programa, mas no post em questão não concordo 100%.
O nº é totalmente possivel, já que um trabalhador normal pega pelo menos 2 ônibus ao dia, alguns 4 e eu já cheguei a pegar 8 quando cursava faculdade. (4 na ida e volta do trabalho e mais 4 na ida e volta da faculdade).
3 milhões de passageiros, colocando 2 passagens diárias por pessoa (número mínimo) temos que dividir esses 3milhões por 2 e depois por 30 (número de dias ao mês) e vamos chegar a 50mil pessoas/dia, em torno de 9% da população de Campos.
Possivel, não? Totalmente.
4 de junho de 2011 23:23
Excluir


Anônimo Anônimo disse...





Putz... Tá mal na matemática mesmo!


3 milhões divido por 480 mil (3.000.000/480.000) dá 6,25. A vírgula está no lugar errado.


Assim, numa outra conta temos:


3.000.000 / 30 dias = 100 mil passagens por dia


Se considerarmos uma viagem e dia e uma de volta, significa que, em média, 50 mil pessoas andam de ônibus duas vezes por dia.
5 de junho de 2011 02:18
Excluir

5 comentários:

CHUCKY disse...

Ai! esta foi foda planicie lamacenta. ETa Garrutinho. Agora a vaca foi pro brejo.

Anônimo disse...

Tem muita coisa errada nesse programa, mas no post em questão não concordo 100%.
O nº é totalmente possivel, já que um trabalhador normal pega pelo menos 2 ônibus ao dia, alguns 4 e eu já cheguei a pegar 8 quando cursava faculdade. (4 na ida e volta do trabalho e mais 4 na ida e volta da faculdade).
3 milhões de passageiros, colocando 2 passagens diárias por pessoa (número mínimo) temos que dividir esses 3milhões por 2 e depois por 30 (número de dias ao mês) e vamos chegar a 50mil pessoas/dia, em torno de 9% da população de Campos.
Possivel, não? Totalmente.

Anônimo disse...

Putz... Tá mal na matemática mesmo!

3 milhões divido por 480 mil (3.000.000/480.000) dá 6,25. A vírgula está no lugar errado.

Assim, numa outra conta temos:

3.000.000 / 30 dias = 100 mil passagens por dia

Se considerarmos uma viagem e dia e uma de volta, significa que, em média, 50 mil pessoas andam de ônibus duas vezes por dia.

CHUCKY disse...

Quanto a matematica, sabemos que os numeros são frios e exatos, mas... 9% / 50.000 pessoas/dia?

Nos dias uteis, a concorrencia das vans legal e ilegal, foram no calculo dos 50,000 pessoas/dias?

Os carentes que transitam ao trabalho que vem de guarus e bairros proximos para o centro de bicicleta tambem foram calculados no planejamento estragetico, no calculo dos 50.000/pessoas por dia?

O público alvo setorizado por bairro econimicamente ativo que se desloca de "lotação" foi observad0?

Os idosos tem gratuidade nas "lotações"?

Os estudantes no ensino fundamental tem gratuidade "nas lotações"?

Os deficientes tem gratuidade nas "lotações"?

Os sabados e domingos nesta cidade fica intransitavel(ic), de tantos onibus que servem os 50.000 pessoas/dia calculados os 30 dias mensais.

Tem domingo, que se espera 01 hora para "pegar" a "lotação", nem as vans respeitam horarios.

Sim, 9% (50.000 pessoas/dia) é possivel depende da catraca das "lotações" permissionárias e da metodologia aplicada.

TEM ALGO NO AR ALEM DOS AVIOES DE CARREIRA.

TEM CHEIRO DE ENXOFRE.

XO GAROTINHO
XO ROSINHA GAROTINHO

Anônimo disse...

É só vejo notícias de denúncias aí em Campos, e olha que aqui a senhora prefeita também pensa em aprontar. Um verdadeiro absurdo, assim como as declarações feitas pela Rosinha Garotinho informando do seu interesse em tirar recursos do Município de SJB, onde disse que parte do 5º Distrito (Açu), pertencia à Campos. Acessem o link, onde contem o áudio com as declarações da mencionada prefeita: http://portalozknews.com.br/v1/materia/saojoaodabarra/2011/06/08/rosinha-garotinho-fala-que-parte-do-acu-pertence-a-campos-e-quer-impostos-la-ouca