sábado, 11 de junho de 2011

ABUSO DE AUTORIDADE!

O governador de Estado, no uso de suas atribuições determinou que todos  os policiais militares permanecessem em seus plantões após as 08 horas de domingo, e os que estivessem de folga, se apresentassem às suas unidades em regime de prontidão.

O que houve? Uma guerra? Alguma tragédia ou operação de vulto?

Nada, nada, nada disso, é só o governador abusando de sua autoridade, e utilizando a "hierarquia e a disciplina" para impor sua vontade política e desmobilizar os policiais militares, impedindo sua participação no movimento.

O governador que, recentemente, inovou e surpreendeu ao permitir que praças e policiais civis se unissem a passeatas contra homofobia, revela sua verdadeira face ao proibir os policiais militares de demonstrarem publicamente seu descontentamento.

Como vemos, há "direitos" e direitos na cabeça do governador, e alguns se destinam a lustrar sua imagem de tolerante.

É ESSA POSTURA QUE IMPULSIONA ATOS QUE CULMINARAM COM A PRISÃO DOS 439 BOMBEIROS, LIBERTADOS AGORA À POUCO.

QUEM ABUSA DA AUTORIDADE PERDE O DIREITO DE EXIGIR OBEDIÊNCIA!

Nenhum comentário: