domingo, 24 de abril de 2011

Superação pela garra!

O onze do Clube de Regatas Flamengo venceu o match de hoje, à tarde, nos penalties kicks, após score de um tento a um, nos noventa minutos regulamentares.

Com o empate, os players enfrentaram-se em disputas de tiro livre na marca de nove metros, na "zona do agrião", e após o goalkeeper Felipe defender a cobrança do forward tricolor Tartá, foi a vez do forward do mais querido, Diego Maurício, converter sua chance, e classificar o campeão do 1º turno.

Muito embora, antes do clássico, o Fluminense Football Club fosse considerado o provável vencedor, uma vez que havia um sentimento de motivação pela vitória e classificação na Copa Libertadores, o team da Gávea superou as deficiências técnicas e as ausências de seus principais players: o middle-half Ronaldinho não adentrou as quatro linhas, e o back Leonardo Moura machucou-se aos primeiros minutos da peleja.

Toda a partida foi disputada sob forte chuva, e foi interrompida pelo prematuro apagar das luzes na arena de jogo, por corte no fornecimento de energia elétrica nas dependências.

Do lado flamenguista, destaque para o center-half Willian, que dessa vez aliou a disposição e vigor de sempre, com uma primorosa assistência para o goal de Thiago Neves pelo Flamengo.

Já o team tricolor das Laranjeiras, apresentou melhor distribuição e rigor tático, alternava boas subidas dos seus backs (laterais), com maior consistência da meia-cancha, comandada pelo meia argentino Conca, e pelo forwards Fred e Rafael Moura, sendo esse último quem abriu o score a favor do onze pó-de-arroz.

No entanto, prevaleceu a mística rubro-negra. Agora o Flamengo enfrenta os cruzmaltinos no próximo domingo.

Um comentário:

Roberto Torres disse...

Bom resumo. Eu tinha esquecido que o foi o Willians o autor daquele passe perfeito para o T.N.