quarta-feira, 20 de abril de 2011

O vereador bucha de canhão!

Lá no Cazaquistão, o parlamento da cidade, de acordo com o blog de uma pessoa próxima ao vereador que propôs uma investigação na empresa de águas e esgoto, serviu a manobras de um líder político local. Dito por quem está tão próximo, merece crédito.

A coisa cheira mal, e os subterrâneos políticos dessa cidade correm à céu aberto, como uma vala negra e lamacenta.

O vereador que apadrinhou a "investigação" vestiu o figurino do "fantoche" ou melhor: Bucha de canhão! Ou na gíria popular: zérruela!

4 comentários:

Anônimo disse...

Bem que desconfiei que só se tratava de teatro, ou de mostrar as dificuldades, para que as facilidades continuem a ter valor.
Afinal, 2012 é ano eleitoral, caso não se proponham a ajudar...
Nascimento Jr
nascimento.jr@bol.com.br

Anônimo disse...

Douglas,

Foi apenas montado um circo, inicialmente para promover a chamtagem, como se todos não tivessem o rabo preso...

Mas serviu também para outros objetivos inconfes$áveis...

Enfim, nada mesmo sairia do papel, e nada deixaria de ser apenas espetáculo, afinal, a empresa de água e de esgoto (merda) é intocável, possui forte influência e blindagem nos três poderes.

Abs,
Paulo Sérgio

Anônimo disse...

Ele é funcionário do "Chefe", tem que fazer exatamente aquilo que ele manda, mesmo que isso o exponha ao ridículo.

Ele está ali para isso...

Anônimo disse...

(Complementenado, se você me permite)

Douglas,

Quanto a instauração da CPI, todos nós já sabíamos que ela não sairia do papel. Apesar, ressalte-se, da péssima qualidade na prestação dos serviços e da abusividade de muitas cobranças.

Qualquer cidadão desta cidade, com um olhar mais atento, poderia prever este fim para a CPI, se bem que ela não teve nem começo.

Primeiro porque ela foi proposta por um vereador da situação. Jamais um vereador da situação, ainda mais quem foi, estaria verdadeiramente disposto a investigar as relações de um concessionária com o governo que ele defende (cegamente). Em todos os atos públicos da prefeita, ela está sempre acompanhada pelos gerentes da Águas do Paraíba, como se fossem um órgão do governo. A relação entre eles é muito próxima, não seria permitido tal investigação.

Segundo porque Águas do Paraíba é uma empresa de um grupo fortíssimo em todo o país (grupo Águas do Brasil), possuindo em nossa cidade grande influência na mídia (não vejo nos jornais da cidade reportagens sobre a péssima prestação dos serviços da empresa, fato que já se tornou comum em todos os bairros da cidade) e com seu poder enconômico e financeiro, sobre as campanhas eleitorias.

Portanto Douglas, não temos saída, repito aqui um frase que você gosta de mencionar em suas postagens, que neste caso, eu faço referência a Águas do Paraíba: Lucro privado e prejuízo público!

Assim, nós, campistas, estamos condenados a ficar eternamente reféns desta empresa de merda.

Abs,
Paulo Sérgio.