sexta-feira, 29 de abril de 2011

Aberração genética.

No blog do Roberto Moraes eu li que o senhor "X" apregoa que as preocupações ambientais estão no DNA das empresas "X". Pode ser.
Apenas um detalhe: Desde que no ambiente não estejam proprietários rurais, assentados e toda "gent(r)alha do atraso", que entravam o avançar de máquinas, concreto e plantas industriais sobre o terrirório.

Assim, fiel a agenda "verde", o senhor "X" divulga sua preocupação ambientalista que se resume a submeter o interesse público ao ditames do lucro privado. É um "ambientalismo" de araque, claro.

Prédios sustentáveis, erigidos sobre a injustiça da desocupação? Como assim?

O que o senhor "X" não diz, é claro, que sua pretensão é "conservar" o mundo, para que ele seja um dos únicos donos dele!

Nenhum comentário: