terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

O telhado de vidro, a UENF e o observatório caolho!

Recentemente, travei um debate com um comentarista, lá no blog do Roberto Moraes, que reclamava da minha intransigência a respeito do chamado Movimento de Controle Social, patrocinado pelo Professor Hamilton e alguns de seus discípulos mais próximos
.
Tratávamos da instalação desse movimento na cidade de SJB, possivelmente em virtude dos vultosos recursos e dos impactos sócio-ambientais que se avizinham, caso os investimentos prometidos não sejam mais um conto do vigário.

Disse ao comentarista, e depois em um texto nesse blog, que não acreditava nas boas intenções de um movimento que reivindica uma agenda moralizadora, mas se emparceira com o que há de pior na sociedade civil, e mais, disse ainda que todo controle é seletivo, ou enxerga o que quer.

Logo, para que ir a SJB para promover a mobilização da sociedade sanjoanenses, enquanto na comunidade da UENF, território natal do movimento, há tanto a ser feito?

Bom, as últimas notícias a respeito da UENF, e as contratações de obras e serviços, mostram que o controle social é bom, mas na casa do vizinho. Veja que o Magnífico Reitor da nossa Universidade se encontra às voltas com várias notícias de várias irregularidades, isso sem mencionar a questão que para nós é mais importante: A prioridade dos gastos.

Vejam que a ONG montada pelo ilustre professor Dr Hamilton, doutor em História, tem como um dos seus diretores, justamente, o Magnífico Reitor da UENF.

Bom, mas as surpresas não páram por aí.

Uma olhada na GPCAM, Gerência da Prefeitura do Campus, vai revelar em sua estrutura de fiscalização das obras e serviços contratados, um engenheiro que prestou serviços a gestão do telhadro de vidro, do ex-prefeito alexandre mocaiber, no setor de licitações de obras. Hoje, é responsável pela fiscalização dos contratos de obras e serviços da UENF. Basta ver aqui:http://www.uenf.br/Uenf/Pages/Reitoria/Dga/Gpcam/?&modelo=1&cod_pag=6194&tabela=&np=GPENG&nc=Funcion%E1rios&buscaEdicao=&grupo=GPCAM&p=

Como sabemos, alexadre mocaiber é muito ligado ao seu primo, secretário estadual de ciência e tecnologia, alexandre cardoso, que cuida da UENF, que por sua vez, é ligado politicamente ao reitor. O círculo se fecha, e o controle social nada vê, e apenas se cala. Quem cala...

Por estranha coincidência, empresas que prestaram serviços a essa gestão temerária estão entre as contratadas da UENF, algumas citadas no escândalo da Campos-Luz, por exemplo.

Bom, mas como se trata de uma Universidade, e de cabeças iluminadas, cheias de boas intenções, que sempre tiveram acesso ao conhecimento, e os mais elevados princípios morais que decorrem desse conhecimento, vamos lhes conceder o benefício da dúvida.

Vai ver é só coincidência, ou ranzinice minha.

Que venha o debate na eleição da reitoria. Quem sabe tudo isso não passe de mal-entendido? Tomara!

4 comentários:

Anônimo disse...

Touché!

Anônimo disse...

Planície lamacenta... o primeiro que caiu na lama foi o dono do blog?

douglas da mata disse...

Claro que sim, estamos todos na lama, só que com uma diferença:

Há, os que estão como você comentarista, atolados e submersos, já eu estou com lama pela cintura, pois estou pisando nas cabeças de idiotas como você!

Assim posso enxergar melhor a paisagem.

Um abraço, e grato pela visita. E volte sempre.

Anônimo disse...

Já viu o campus Centro do IFF?
Mais de R$700 000,00 pra substituir um muro por um gradil no "PERÍMETRO SUL", com direito a placas e etc.....
Um.... sei nao.....
Mas nao me lembro de ter visto este tipo de placa em nada do que já foi construído lá até hoje.
O responsável já andou pela UENF e FENORTE por influência dos inhos...
É mera cincidência?????