quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Da série: Rir para não chorar!

E segue a planície lamacenta e seu museu de velhas novidades, como sentenciava Cazuza.

Existem vários motivos para alguém contribuir com as campanhas políticas de partidos e candidatos. Algumas legais, legítimas, outras ilegais, e ou ilegítimas.

Mas com certeza, nem chapeuzinho vermelho acredita que alguém dê dinheiro para "ajudar no fortalecimento do processo democrático".

Logo, dar dinheiro para campanha política e usar essa desculpa esfarrapada para se lançar como "alternativa" é como dizer: "Fumei, mas não traguei" ou "Só vou botar a cabecinha".

Pensando bem, se acreditarmos nisso, também acreditaremos na modernidade desses senhores que representam um dos setores econômicos que ainda não "aboliram" a escravidão, analogamente autuada e registrada nos canaviais que alimentam suas usinas!
E quando podem, sempre com la plata oficial de subsídio!

Você escolhe leitor: Rir para não chorar ou chorar de rir!

Nenhum comentário: