quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

O peixe morre pela boca!

Diz o ditado que se tem cheiro de bagre, vive no lodo do rio, e tem cabeça de bagre, só pode ser bagre. E como sabemos, qualquer peixe, bagre ou tubarão, morre sempre pela boca.

Leiam o convite, enviado pelo subsecretário de Comunicação Social da PMCG, para um evento partidário (logo, por óbvio, deve ter tomado o cuidado de não remeter por e-mail institucional ou de um IP de computador da municipalidade, para escapar da punição por ato de improbidade):

Por e-mail Carlos Cunha está convidando para o ato na próxima 2ª feira:

"Caros amigos
O afastamento da Prefeita revela que as forças que apoiavam a corrupção querem retomar a prefeitura. Conclamamos cada companheiro para MOBILIZAR para um grande ATO PÚBLICO contra essa tentativa de GOLPE através de uma nova eleição no dia 6 de fevereiro.


Mobilize pelo menos 6 amigos para estarem presentes. Vamos fazer uma corrente de mobilização através de emails, torpedos, telefonemas e levar o maior número de pessoa ao ato público.


Dia: 13/12/2010
Concentração: 5 horas da tarde
Local: em frente ao TRE (antiga Câmara Municipal ao lado da Ponte Rosinha)

Observação:
O processo contra a Prefeita não foi julgado pelo Juiz local e nem pelo TSE, apenas foi julgado pelo TRE. Isso Contraria a lei que garante a todo cidadão o direito de ser julgado em duas instâncias, o que ainda não aconteceu esse é o GOLPE."


Eu fiz a pergunta, lá no blog do Roberto, onde li pela primeira vez, e repito aqui:

1. Será que todos os magistrados, o TRE, serventuáruios da Justiça estariam mancomunados com uma terrível conspiração golpista, destinada e ceifar nossa região de um mandato probo e inatacável da ex-prefeita e seus correligionários?

2. Será que o WikiLeaks não vai  "noticiar" nada?

3. Qual partido teria tomado de assalto a Justiça Eleitoral?


Alguém com mais um pouco de, digamos assim, mais compreensão da realidade (para ser delicado), poderia avisar ao sub que há certa liturgia para determinados cargos, e embora sejam "de confiança" dos mandatários, são, antes de tudo, cargos públicos, e exigem decoro e equilíbrio, ainda que seja mantida a liberdade de expressar suas opiniões, como cabe em uma Democracia, desde que tais prelados sejam limitados pelo respeito institucional a outros Poderes e suas atribuições, como ensina aquela velha lição de Montesquieu.

Caso parecido se deu, e nada foi feito ou apurado, quando, recentemente, um outro secretário insuflou e instou "cidadãos" a queimar pneus, interromper vias e rodovias, surtar embarques de petroleiros, tudo, ao que se sabe, com os instrumentos públicos que dispunha, ou pelo menos, à bordo da institucionalidade que o cargo lhe dava.

Mas enfim, eu não quero parecer chato, eu só queria que esclarecessem, para que eu deixe de acreditar na Justiça, ou neles!

4 comentários:

Anônimo disse...

Pra mim tudo isso é balela,eles só estão querendo fazer alvoroço,essa briga politica é mais uma farsa para enganar o povo.

Antônio Olegário disse...

Essa é a nossa Campos!!!

É aquela velha história ( contada pelos mesmos autores): " justiça é boa ou ruim, dependendo de como se julga; contra ou " a favor".

Nada disso me surpreende mais, numa cidade infestada de valores invertidos

Abraços e bom retorno

Anônimo disse...

Tudo bem o PT terá candidatura própria. Mas é mesmo necessário se lambuzar com esta turma sem lenço e sem documento, mas com muita cara de pau? Estas chamadas “Reuniões da oposição” em busca de uma candidatura de consenso na verdade servem para mais uma vez chamuscar a imagem, já chamuscada, deste Partido que um dia ousou se considerar o Partido da ética, da verdade e da mudança.

Anônimo disse...

Quando o cocho. Ou é coxo. Ah, tô com preguiça de olhar o dicionário. Mas vocês sabem do que eu estou falando. Quando ele está até a boca (quase dois bilhões) vocês estão assistindo esse escoiceamento, pontapés, cornadas, tabefes, empurrões, safanões de todas essas figuras. No fundo o que eles querem é um meio de vida. Alguns empresários que banquem o esquema, o faz de conta. Aí é obra superfaturada, obra inacabada, obra que não é feita. Povo, querem mais que ele se desgrace. Saúde, tome um chazinho de cidreira. Educação, forme-se pela televisão, vendo pânico, faustão, bbb, fazenda em outras pocilgas. Segurança, é problema é nosso ao parar no sinal, deixe o carro, o dinheiro e se der sorte, leve sua vida. Emprego, vá catar lixo, eles já tem o seu - político profissional. Transparência, lasquem-se temos um TCE técnico e uma Câmara prática. Quanto vale uma aprovação de contas. Pobre cidade, entregue a uma turma de abutres.....

Boquinha