segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Os idiotas continuam!

Primeiro, desqualificavam a Dilma. Depois duvidaram da capacidade de transeferência de votos do maior presidente que esse país já teve. Descuidaram da política, assumiram a soberba e partiram para o plebiscito. Quando a vaca já ia para o brejo, acordaram e chamaram seus "cães de guerra". Jornalistas, "intelectuais", trolls e a idefectível classe mé(r)dia.

Apelaram, jogaram baixo, plantaram boatos, exasperaram denúncias sobre as quais nem sequer investigações fosse levadas à cabo.

Ainda assim, a candidata Dilma teve 47%, desempenho 1 ou 2% menor que o próprio Lula. É pouco? Para eles sim, é pouco!

Mas terão o prazer de serem varridos do mapa nesse segundo turno.

Caso contrário, não haverá problema: O "velho" volta em 2014.

3 comentários:

Anônimo disse...

Serra representa o grupo político que governou o Brasil antes do Lula, com desempenho, sob qualquer critério, muito inferior ao do governo petista,
a comparação chega a ser enfadonha

Alguns dados comparativos dos governos FHC e Lula.

Geração de empregos:
FHC/Serra = 780 mil x Lula/Dilma = 12 milhões

Salário mínimo:
FHC/Serra = 64 dólares x Lula/Dilma = 290 dólares

Mobilidade social (brasileiros que deixaram a linha da pobreza):
FHC/Serra = 2 milhões x Lula/Dilma = 27 milhões

Risco Brasil:
FHC/Serra = 2.700 pontos x Lula/Dilma = 200 pontos

Dólar:
FHC/Serra = R$ 3,00 x Lula/Dilma = R$ 1,78

Reservas cambiais:
FHC/Serra = menos 185 bilhões de dólares x Lula/Dilma = mais 239 bilhões de dólares

Relação crédito/PIB:
FHC/Serra = 14% x Lula/Dilma = 34%

Inflação:
FHC/Serra =12,5% (2002) x Lula/Dilma = 4,7% (2009)

Produção de automóveis:
FHC/Serra = queda de 20% x Lula/Dilma = aumento de 30%

Taxa de juros:
FHC/Serra = 27% x Lula/Dilma = 10,75%


PORTANTO, Dilma(13, confirma).

Anônimo disse...

Dilma e Lula querem apoio da Marina. Então, mais dois canalhas e idiotas para sua contagem

douglas da mata disse...

Caro comentarista canalha, idiota ou anônimo.

É um expediente muito comum tentar reduzir a discussão para um nível elementar, afinal, para quem tem pouco argumento é o que resta.

Sei que o tom elevado das críticas pesadas que faço aqui, às vezes, pode obstar que você entenda o cerne da questão. Mas não tema, faço isso de propósito, para atrair a escumalha como você, e desmacará-la. E dar umas chineladas, óbvio, porque gente como você adora ser esculachado.

Todo o tempo, defendemos o direito de escolha das pessoas, e defendemos alianças ou conversa política entre diferentes, afinal política é isso.

Foram vocês, marineiros canalhas que inventaram temas antipolíticos, e antipartido, e até construíram uma candidatura "visionária", anti-estabilshment.
Embora sua candidata tenha emprestado um sigla que está até os ossos enraizada com a demotucanalhada pelo país.

Aliás, Gabeira já declarou seu voto, e adivinhe em quem irá votar?

Minha crítica foi contra a hipocrisia, a enganação, a falseação da verdade, que pretenderam empulhar nesse país: Que marina silva representava o "novo", embora não disssesem bem que "novo" era esse, e estivesse ancorada no "velho".

Não me revolto contra aqueles que, honestamente dizem: votamos na marina para levar o serra ao segundo turno ou, votamos na marina para derrubar o PT, ou enfim, votamos na marina porque acreditamos em um mundo verde-alfacinha, batom de beterrraba e açaí com cenoura no rabo. Gosto e cú, cada qual com o seu.

Minha artilharia se dirige contra a hipocrisia daqueles que dizem votar contra os defeitos que enxergam no governo, mas que são sustentados pelos que fizeram um governo um zilhão de vezes pior: tanto no campo ético, quanto na administração em si.
Dizem votar pela liberdade de expressão, mas são inflados por quem aprisiona o direito a informação livre.

Esse pessoal do "voto protesto", que goza de alegria com arnaldo jabour, vociferando ofensas ao Presidente, boatos contra Dilma mas não seguram a onda quando são chamados de imbecis em um bloguizinho como esse aqui.

Lula e Dilma são estadistas e pessoas do bem, pois vão dar uma chance a essa canalha de sobreviver politicamente. Deve ser pena.

Se fosse eu, e é claro, nunca poderia me comparar a eles, chutaria o rabo dessa vaca orgânica de Brasília até o Acre.

Mandava ela enfiar uma cenoura no cú, junto com seus votos, que ela imagina ter, mas sobre os quais não terá quase ingerência nenhuma.

O que Lula e Dilma estão fazendo e impedindo que essa vaca orgânica se desmanche, para quem sabe, reaproveitá-la em um quinto escalão qualquer.

Um abraço.