sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Tal e qual!

Mais contradições da vereadora, pois leiam:


"(...)O que não é mais possível é conviver com ônibus em número insuficiente, transporte irregular e em péssimas condições, escolas onde os diretores são indicados e não eleitos, hospitais onde falta manutenção de equipamentos, farmácias públicas sem medicamentos básicos, ruas esburacadas, filas gigantescas para consultas em ambulatórios, uma prefeitura sem transparência nos gastos públicos que não pode receber verbas de diversos programas federais por irregularidades na prestação de contas.
Uma outra realidade é possível. O Brasil vai seguir mudando e Campos precisa começar a mudar."


Belo manifesto a favor da transparência e da mudança, uma pena que saiu da lavra de quem tem como fato mais relevante de seu mandato ter votado em um dos representantes mais orgânicos (familiar mesmo) do modelo que a parlamentar garopetista denuncia.
Vide o caso da eleições de diretores, e como essa matéria foi tratada pela a presidência da Casa, que a vereadora conferiu aprovação unânime para a reeleição, e para figurar como clone de prefeito.
Vide o caso das CPIs.


Roto e esfarrapado,
Porco e toucinho,
Sujo e mal lavado.

Nenhum comentário: