quinta-feira, 9 de setembro de 2010

No varal do lamaçal.

A campanha surgiu no blog do Roberto Moraes, e nós aderimos. Há muito tempo não viajo de ônibus, mas todas as vezes que fiz, nunca deixei de me incomodar com o altíssimo preço cobradom pela viagem. Entra governo e sai governo, e o monopólio pela exploração da linha entre Campos e Rio, dentre outras, permanece.

Talvez aí esteja a razão dos altos preços e do péssimo serviço prestado, além, é claro da leniência das agências fiscalizadoras, quase sempre controladas pelos governos que mantêm a esdrúxula situação, em um círculo vicioso onde quem sempre sai predjudicado é o usuário.

Essa política equivocada contraria o que aprendemos: Que é necessário diminuir o número de carros das estradas, com a utilização do transporte público de qualidade.

Mas quem sempre fornece transporte para cabos eleitorais para diversos comícios de diversos grupos que ocuparam e ocupam o Palácio das Laranjeiras não parece preocupado com esses detalhes.

Veja aí a imagem do blog e do logo, criados por um leitor do blog do Roberto:

Um comentário:

Estação do Caminho - São Fidélis-RJ disse...

Bem meu mano!
Para mim a 1001 sempre foi um paraíso.
Esperimenta fazer um viagem Campos-São Fidélis na Brasil.
Quem está acostumado a dormir em cama de prego, quando dorme no chão acha uma maravilha.
E olha que se com o nome da 1001 se fez uma charge bacana, imagina a ironia do nome da empresa "Brasil".
Fica na paz!
Seu mano Douglas José