quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Kit homem de antigamente!

Replicando um post da Walnize Carvalho, onde ela compara a "mulher moderna" com a mulher de "antigamente", eu publico hoje um comparativo entre nós, homens, os de ontem e os de hoje.
De antemão, digo que não acredito em categorias temporais que separem o agir cultural das pessoas. Logo homens e mulheres misturam comportamentos de acordo com conveniências e as estrturas e conjunturas nas quais interagem.

Aqui está o texto da Walnize:

E saber que era assim...



E agora vamos a brincadeira:

Homem de antigamente, ou o homem em extinção, nas palavras das mulheres que perguntei, requer quatro características básicas, que devem estar juntas:


Pegada: Essa é fácil. Pegada é aquilo que toda mulher quer, e está entre a brutalidade soft("matematicamente" controlada), e a atitude arrogante, dosada pelo prazer mútuo. Não confundir com autoritarismo machista, mas é preciso dizer quem manda, ou pelo menos, deixar isso claro nas aparências, ainda que seja ela quem decida.

Bom humor: Não confundir com rir à toa, que como bem diz Frejat, "rir à toa é desespero". Até o mau-humor deve ser irônico.

Romantismo: Ligar no dia seguinte,  mandar flores, lembrar o aniversário, e dar presentes surpreendentes, etc, etc. Dá trabalho, mas compensa.

Cultura geral: Um generalista é sempre melhor que um especialista. Mulher prefere um cara que fale de tudo um pouco, a um imbecil que discorra sobre cada detalhe de sua tese de pós-doutorado em física quântica.


Homem de hoje, ou o quase-homem, ou os metrossexuais.

Trejeitos, depilações, roupa da moda, egoísta ao extremo, conservador politicamente, quase disputa com vocês, mulheres, a hora marcada no cabelereiro e na manicure. Tem quem goste, enfim, há gosto para tudo, mas a julgar pelos exemplares de sombracelhas prontas que andam em bando por aí, sozinhos, os old fashioned continuam com a cotação alta.

5 comentários:

walnize carvalho disse...

Caro Douglas,
Adorei que tenha lido minha postagem (respondi seu comentário!)
e ainda mais o "seu" kit!...
Abraços,
Walnize

Branca disse...

Prefiro os de antigamente...concordo com vc! Metrossexual...tô fora!

Anônimo disse...

Metrossexual?? No meu tempo isso tinha outro nome...

douglas da mata disse...

que fique claro que não há no texto nenhuma alusão homofóbica, ou de preconceito de gênero.

trata-se apenas de uma brincadeira com viés "estético", por que, no fim das contas, de perto ninguém é normal, não é?

cada um com seu cada um!

GabrielMz disse...

O problema de um homem de antigamente é justamente tentar encontrar uma mulher de antigamente, as vezes encontramos algo bem perto dessa mulher que desejamos passar o resto de nossas vidas, mas basta observarmos mais que, ou uma coisinha aqui ou ali aparece.
E ai cai a ficha q ela no fundo é só mais uma..
Mulheres de antigamente parem de reclamar e apareçam tbm..!