sexta-feira, 23 de julho de 2010

Observatório de lama: Dossiê PIG!

Bom, eu não morro de amores por Hugo Chávez e seu estilo "bolivariano", embora não engrosse o coro conservador que enxerga em toda iniciativa populista um inferno de ações diferentes das "boas intenções" dos polidos senhores de Wall Street!

Mas nesse "novo" trelêlê entre Colômbia e Venezuela e as Farc eu pergunto:

Ué, não seria trabalho do presidente da Colômbia, o Rambo Uribe deter as guerrilhas em seu território, e não "exportá-las"?

E ainda assim, se depois de fora do país, não seria problema do menino colombiano de recados da CIA, impedir que retornassem?

Não deveria ser o Hugo que deveria estar reclamando?

Pois é, eu devo estar ficando meio lelé da mufa.

2 comentários:

Anônimo disse...

Não concordo.

Se os guerrilhoros das FARCs estão se refugiando no território venezuelano é porque sabem que o Hugo Chaves os protege.

Alías, A Venezuela se diz bem armada (o Hugo Chaves gastou muita grana para se armar), por que então não expulsa os guerrilheiros das FARCs de seu território.
Inclusive, a mídia noticiou que Hugo Chaves colocou seu exército de prontidão nas fronteriras com a Colômbia. Portanto, o exército venezuelano deve ter passsado pelo guerrilheiros das FARC's. Por que não os dizimou? Ou por que não os expulsou. Ou será que o exército venezuelano fez vista grossa mesmo?

Mas não se preoculpe não blogueiro. A América latina está caminhando para o Chavismo no Brasil também. A terrorista Dilma vai ganhara as eleições. Com um povo desinformado e comprado com bolsas de tudo o que é tipo, não tem jeito. O Partido dos Traíras ganhará facilmente as próximas eleições. Só que, daqui a mais algum tempo, nem blogs livres serão mais permitidos no Brasil. Acabará a liberdade de expressão. O brail será só para os comandantes dos companheiros e alguns com panheiros puxa-sacos.

Mas, com alguns anos mais a frente, a economia desandará, como está desandando na Venezuela e aí, com o povo passando necessidades básicas, talvez ele um dia acorde, e perceba que foi enganado, amsi uma vez, pelo "cumpanheiros"

douglas da mata disse...

Meus deus, eu não acerdito em vós, mas se existires, ilumines a cabeça dessa criptodireita espumante,

Vamos a resposta, pois será a única, e não permitiremos mais esse lixo por aqui.

Querem expressar pensamento conservador, ok, mas com alguma qualidade, e não só esse vômito ideológico de veja e afins.

Qualquer imbecil ou recruta que sirva na selva, na região de fronteira sabe que aquela vastidão de floresta torna impossível o controle de entrada e saída do território entre países.

Com certeza, Brasil, Peru, Venezuela e outros países da Amazônia Legal tem problemas com as FARC e invasões dese tipo, o problema pe que Ramb Uribe quer só criar factóides.

Objetivo? Amarrar a agenda de seu sucessor, que já entabula um diálogo com as Farc para incorporá-las ao cenário político, como foi realizado com todos os movimentos desse tipo, quer seja o peruano Sendero Luminoso, quer seja o IRA irlandês.

O que Uribe fez, para manter sua agenda política e para, ele sim, esconder os fracassos de sua política econômica e os péssimos resultados da Colômbia, foi adiar o diálogo, e aumentar a repressão a um movimento guerrilheiro que não oferece qualq1uer ameaça ao Estado Colombiano.

O reaparelhamento das forças armadas dos países sulamericanos é uma necessidade, ainda mais se entendermos como ameaça(real)a submissão colombiana com bases dos EEUU em seu território, que dão autonomia e condições logísticas de lançar ataques aéreos ao coração da América do Sul, algo como o eixo Paraná-São Paulo-Foz do Iguaçu.

Junte-se a isso, a reativação da 4ª Frota, aquela que foi desativada, mas esteve aqui, à postos, em 64, colocada por Lindon Gordon, embaixador dos EEUU e da CIA, à época.

Todos país tem o direito, portanto, de se armar e sde equipar para as ameaças que julgar iminentes. Isso é pressuposto da soberania, pobre imbecil.

Voltemos a questão das FARC, eu quero crer que só um ingênuo, imbecilóide seria acreditar nas "provas" colombianas, produzidas por quem tem direto interesse na repercussão delas. Eu pergunto, e se fossem provas aprsentadas por Hugo Chávez.

Lembre-se, ó imbecil, foi a Colômbia que invadiu o Equador, foi a Colômbia que matou e contou como terroristas diversas pessoas inocentes, em seu próprio território, e por tais crimes é repudiada internacionalmente, em todas as cortes, inclusive aquelas onde seu patrón, os EEUU, fazem parte.

Já em relação aos programas de transferência de renda, que os idiotas acostumaram a chamar de bolsas(cacoete da era fernandista, porque à época eram só bolsas-esmola memso) foi o que segurou o país, o consumo e o emprego, na crise criada e tocada pelos gênios de Wall Street, que têm em vocês, idiotas ,seus prepostos por essas terras.

O exemplo nosso foi tão bom, que até o Alaska, da neocon Sarah Palin paga uma mesada de 1.500 dólares para cada família hipossuficiente.

Assim o fazem outros países.

No período aludido, entre 2002 e 2010, foram criados dois jornais, Valor Econômico e Brasil Econômico, três revistas semanais, dentre elas a Época, e nunca a internet teve tanta diversidade e liberdade de expressão.

O Globo e a Veja vomitam calúnias e falsas crises há oito anos, e permaenecem incólumes, aliás, como acho que tem que permanecer, pois o principal já perderam: a credibilidade e a capacidade de formar opinião. O Lula tem 86% de aporvação, a despeito da Globo, da Veja e de imbecis como vocês!

E creia Nem toda a bolsa família do mundo é capaz de manter uma aprovação dessa.

Vai aqui um dado de Marcos Coimbra, do Vix Populi:

A escolaridade média quase dobrou, e hoje, os eleitores entre 20 e 40 anos passaram o dobro de tempo na escola do que seus pais e o triplo que seus avós.

Ou seja, a tese de que há menos pessoas com estudo, capaz de fazer escolhas é falsa.

O problema de vocês, é que apenas suas escolhas é que são legítimas.

Democacia é só quando vocês ganham.

E aprendam, idiotas: Vão perder por muito, mas muito mais tempo.