domingo, 11 de julho de 2010

O que dizer?

Bens declarados de 80 mil reais. O que dizer do ex-governador? Desrespeita a todos, seus eleitores e correligionários! Que tipo de homem mente descaradamente em público, apenas para ostentar uma imagem falsa que faz de si mesmo, e pior, que ele próprio acredita!

Se isso não for um caso patológico de mitomania, é também caso de polícia, pois falsa declaração em documento público é crime.

Será que os órgãos fisaclizadores desconhecem as declarações dele mesmo acerca das suas empresas, e os sinais aparentes de que seu patrimônio é muito, mas muitíssimo maior do que o declarado?

Ora, quem pagou o apartamento onde mora seu filho, que vale ao menos 500 mil reais? Se é alugado, quem paga o aluguel, já que o pobre garotinho dos garotinhos nunca trabalhou na vida, nunca teve carteira assinada e sua única função é ser herdeiro do "trono"?

É esse tipo de gente que quer que nós acreditemos em teorias de perseguição, e que alimentam seus fanáticos seguidores com essas versões que eles vomitam como se fossem verdades inquebrantáveis e cristalinas.

80 mil reais. Tenham paciência!

Eu pergunto: Se o homem tem mais do que declara, por que esconde o que ganhou, se o foi hoenstamente? Por que se envergonha da origem e da quantidade de seus bens? Afinal, se tudo fosse fruto de trabalho honesto, não seria motivo de orgulho?

Pois é, seu eu fosse ex-governador, ex-prefeito, ex-secretário estadual de agricultura, ex-deputado estadual, radialista de sucesso, com certeza me orgulharia em declarar que obtive um ganho patrimonial condiente com tal biografia.

Afinal de contas: Quanto o ex-governador ganha por mês? Quem paga suas despesas?

Por que o ex-governador esconde seu patrimônio?

2 comentários:

Anônimo disse...

E a rádio O Diário e o Jornal O Diário, como ele conseguiu comprar?

Anônimo disse...

Você sabia que a IMBEG é dele também?