terça-feira, 6 de julho de 2010

O bom combate.

A companheira que representa o anacronismo simbólico do stanilismo, o PCB, nos respondeu assim a nossa postagem(Costeando o alambrado) sobre outro texto seu, que teceu loas ao prefeito-clone.

terça-feira, 6 de julho de 2010


DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ, CARO COMPANHEIRO DOUGLAS???


Está é nossa singela resposta, e como não temos certeza de que ela reproduzirá por lá(depende do centralismo democrático e de uma decisão do Comitê Central, rs), publicamos aqui:

Companheira Graciete, estamos do lado contrário ao garotismo, qualquer nome que ele tenha.

Desconsidero as acusações à minha biografia militante, pois não reconheço no PCB, ou em qualquer outro anacronismo simbólico de autoritarismo stalinista, idoneidade moral ou política para questionar o PT, a companheira Odisséia, ou a mim mesmo. Enquanto criávamos alternativas políticas, e de poder, vocês veneravam a memória stanilista e da Albânia, com quem só romperam recentemente.

Dito isso e feitas as correções históricas, vamos ao debate:

Como assim, um discurso, ou uma cassação poderão devolver a "estabilidade insitucional ao município"?  

Será que a companheira desconhece que os fatos não são isolados em si, e o atual prefeito-clone é um resultado dos fatos que o antecedeu, ou seja, o próprio "garotismo", que ele sustenta e representou em seu mandato parlamentar?(trecho acrescido nessa postagem)

Bom, palavras ditas pela boca de quem foi, com o histórico de quem tem, só podem significar uma coisa, e você bem sabe o que é. Não esperava que você mordesse a "isca" tão cedo, e partisse para uma defesa "tática" da escória do garostismo, que se defende de acusações atrás de um clone. Acusações, inclusive, que nunca lhe foram feitas, mas talvez, a consciência pesada tivessem-no feito expelir palavras tão incríveis.

Em tempo, qual dos dois irá negociar com o PCB? O original ou o clone? Como será que o comitê de defesa dos direitos das mulheres do PCB encararia sua defesa?

Vocês do PCB me lembram o MR8 da década de 80(ué, será por causa do Amaro Sérgio?), que defendiam fazer a revolução com Quércia. Tenham dó, companheira.
A seguir, destaco um trecho de seu texto, que apesar de me atacar frontalmente, não apresenta um só argumento aceitável para justificar sua postura: do outro lado do alambrado:

"(...)O fato do prefeito interino ser irmão do "inho" isto não quer dizer que sejam a mesma pessoa, ao contrário é sabido por todos que Nelson Nahin não goza de prestígio com o irmão e a cunhada Rosinha por não ser confiável aos seus interesses."
Minha cara ingênua, o problema não são nomes, são modelos, e pergunto novamente: tens a esperança que o "clone-prefeito" romperá com esse modelo garotista?

Bom, se tens, o caso é bem pior que imaginava.

Saudações daqueles que governam o país, e o mudaram, depois que o Muro de vocês caiu em Berlim.

Saudações em memória aos vinte milhões de mortos pelo stalinismo.

Saudações em memória aos mihares de mortos no Afeganistão na década de 80.

Saudações em memória aos mortos na Albânia, Romênia e na Primavera de Praga.

Saudações em memória aos mortos da Alemanha Oriental.

Um comentário:

Anônimo disse...

PARABÉNS CARA!!! vC COLOCOU GRACIETE NO SEU DEVIDO LUGAR!!!!MAIS............CUIDADO COM O TAMBOR DELA HEIN!!!