quinta-feira, 24 de junho de 2010

Lama internacional: Vinde a mim as criancinhas!

O pedófilo e o Papa, em 1985, durante visita do "santo padre" a Bélgica.

Bom, não sou cristão, e a tolerância religiosa é um princípio que me é caro. Mas tolerência é via de mão dupla, e não um valor absoluto. Logo, sou intolerante com as manifestações de canalhice escondidas atrás do manto do sagrado. Hipocrisia, conluio, poder, vaidade, luxúria, etc. Pecados tão humanos quanto a própria religião.

Quando a Bíblia cita jesus; Vinde a mim as criancinhas, não deve estar insinuando nenhuma preferência pedófila do messias deles. Mas a piada trágica é irresistível nesses tempos, pois vejam:

o jornal El País publica, hoje, em sua página eletrônica que a Polícia Belga revelou que a Cúpula Episcopal da Igreja Católica naquele país está sob investigação.

Um dos indiciados é o bispo de Brujas, Roger Vangheluwe, que aparece na foto, aí em cima, com o papa, em 1985.

O arcebispo da Conferência Episcopal , Andre-Joseph Leonard prometeu extremo rigor para punir eventuais
culpados.

3 comentários:

Anônimo disse...

Fico estarrecido com o seu desrespeito ou irreverência ao falar do símbolo máximo dos cristãos.
Será que vc chama isso de tolerância religiosa?
Mesmo não sendo cristão, considero que suas palavras nesse quisito chocam.
Sugiro que não seja indelicado comigo, apenas reflita na minha observação e nem divulgue esse comentário, se possível.
Nem precisa me mandar pro inferno, pois não acredito em inferno, em céu, em diabo, em santo, duende ou qualquer outra invencionice.
Sou apenas um admirador do blog, desde o anterior, e comentarista exporádico.
Abraço!

douglas da mata disse...

Caríssimo(a),

Não acredito em nada diferente que você, pois veja: a justiça o bom senso não estão em religiões. respeito a fé individual de cada um.

A igreja é umaorganização temporal, com hierarquia e até um Estado próprios.

Veja que a purgação dos pecados da Igreja é necessária para resgatar a credibilidade dessa instituição.

Não preciso relembrar o que já foi feito em nome de "deus": inquisição, perseguição, ódio, cruzadas, preconceito e mortes, e por fim, a pedofilia.

Não sou eu quem desrespeita a Igreja e os símbolos, mas se fizesse, tudo bem, sou ateu, agora duro é ver padres fazerem isso.

E depois quererm regrar o comportamento da sociedade!

Um abraço, e obrigado pela participação, e creia: o inferno já é aqui!

douglas da mata disse...

PS: e lembre: tudo foi feito sob o olhar cúmplice da Santa Sé, portanto...quem cala, consente!