quinta-feira, 24 de junho de 2010

Para colocar as coisas em seu devido lugar!

Indenpendentemente da veracidade dos boatos veiculados no Blog da Candoca e da Jane Nunes, dentre outros, vai aqui um senão desse blogueiro ranzinza:

É preciso domar a euforia, embora todos esperem com ansiedade o desfecho e o ocaso do Muda Campos, que se dará não por superação no embate político, mas por causas alheias ao processo de disputa democrática. A possibilidade de mais uma decisão judicial a cassar prefeitos na região é em si mesma um grave sinal de que estamos no fundo do poço institucional.

Outra questão importante: Nenhuma força política conseguiu reunir o mínimo de capital político para fazer frente a responsabilidade de alternar o poder nessa cidade, embora os sinais estivessem claros há muito tempo, logo, tentar capitalizar a derrocada da prefeita e seu séquito a blogs, mídia tradicional, partidos de "oposição", ou qualquer outro ente da sociedade é um embuste.

O garotismo cairá pela siua própria podridão intestina, nada mais, nada menos!

A única que poderia reunir as condiçoes de representar o desejo de mudança, a vereadora Odisséia Carvalho, do PT, tem demonstrado inaptidão singular para o cargo que ocupa, e parece bem menor que a estatura que seu mandato exige. Isso não é uma crírtica raivosa, é antes, um lamento de quem acreditou sempre que ela seria a possibilidade de construção de uma plataforma para lançar um projeto político decente, que agregasse as diversas forças interessadas em virar essa página triste de nossa História recente.

Do grupo que está mais próximo dela, hoje, só ouço desânimo. Projetos dormitam nas gavetas, intervenções extemporâneas, desconexão com os movimentos sociais(base histórica e capital poítico tradicional do PT), incapacidade de interlocução para além do sim, senhora.

É verdade que a necessidade de ocupar o espaço deixado pela prefeita, e na impossibilidade de que os outros pretendentes postulem a vaga pelas mesmas razões que afastaram, ou seja: problemas com a Lei, caberá a vereadora do PT reciclar seu modo de fazer política.

Caberá a seu marido honrar as "calças" que veste, e passar a presidir o Partido dos Trabalhadores, o partido do presidente mais popular da História do Brasil e quiçá da História recente mundial, partido que vai eleger a sucessora no primeiro turno, que promoveu a maior inclusão social do capitalismo moderno, enfim, é hora de abandonar a autopiedade e as crises depressivas e passar a bater na mesa. Caso contrário, deixe quem sabe(e quem queira)fazer. Se não quer, delegue.

Mas cabe ao PT resolver um dilema crucial nessa cidade: Ou cagam ou desocupam a moita!

E antes que venham com a cantilena de que quem está fora não pia, e que isso é papo de ressentido, perdedor, eu digo: Tudo bem, que seja, mas o que os vencedores fizeram mesmo? É para isso que lutaram tanto para conseguir o controle?

Que rejeitem e denunciem a "covardia" das minhas críticas, não me importo, desde que reflitam sobre elas!

So o preço para que o presidente do partido comece a agir como tal, e a vereadora enfim tome conta de seu mandato seja a impossibilidade de reatarmos a nossa velha amizade, não me importo, ou melhor: me importo, mas isso é irrelevante frente ao trabalho que ambos precisam fazer, portanto:

ACORDEM!

12 comentários:

MARIALUIZA disse...

O ASSUNTO É A RENUNCIA DA PREFEITA E NÃO A VEREADORA ODISSÉIA, NÃO ENTENDI AO SEU POST!!!

douglas da mata disse...

Bom, então da próxima eu desenho, ou então...ah, deixa prá lá. Nem vale à pena mesmo!

Que tipo de gente é essa que enxerga os fatos desconectados, como se usassem viseiras?

É esse o tipo de gente que se arvora em defender o mandato. Então tá aí, ipsis literis o que eu disse.

Arfff! Já deu.

douglas da mata disse...

PS: e vá "gritar" em caixa alta lá na casa do caralho!

Brand Arenari disse...

Meu caro amigo, onde eu assino o seu post?
Nao tiro nem boto uma virgula.

Roberto Torres disse...

Talvez uma temporada no Maranhao de uma boa revitalizada para nossos "militantes históricos". O pior é se chegarem lá e quiserem ficar hospedados na casa sarney.

Anônimo disse...

Caro Douglas,
muito lúcida a sua avaliação.
A vereadora Odiséia abriu tanto, digo, fez tantas conseções que hoje está atolada no garotismo.Sim, pois Arnaldo só muda o nome, mas os métodos são os mesmos. Se não bastasse essa herança ainda em a do falecido vereador, que ficam como sangue suga grudados nela e ela não criou e parece que também não criará nenhum antídoto.
Pelo que se aponta, caso haja eleição e a alinça continuar, não haverá mudanças.
Infelizmente não vejo nenhuma luzinha no fim do túnel... uma lástima!

felixmanhaes disse...

Meu caro Douglas, o termo é mesmo reciclar. Há a necessidade de uma repaginada geral e aí inclui-se a capacidade da atual Executiva e do Diretório de ouvir a experiência de velhas militâncias, sem a arrogância de que elas não fazem parte do dominio do Partido ou que são perdedores ou minoria. E isso tem que acontecer o mais rápido possível sob pena de não nos credenciarmos como alternativa de poder para a Cidade. Onde é que está o Conselho Político do Partido e quem são os companheiros que compõem esse Conselho para dar sustentação ao mandato da Vereadora. E ela tem que despir-se da arrogância de não querer ouvir essas vozes, sob pena de não ir muito longe.

Um abraço

Félix

Israel disse...

Será que teremos que esperar por uma mudança de postura do PT, através da vereadora Odisseia, para termos uma opção viável de mudança? Por que não considerar a Prof. Odete, do PC do B, partido da base do governo Lula? Na ultima eleição ela se saiu muito bem, mesmo com quase nenhum apoio e recursos e militância limitadíssimos. Na minha opinião a Odisseia não é a unica que poderia reunir as condições de representar este desejo de mudança. A sua analise entretanto é excelente e em momento oportuno. Sds

douglas da mata disse...

Caro comentarista,

Seu comentário sobre a Odete traz em si a própria resposta.

A alternativa por uma construção personalista da Odete é um erro, ainda mais que a análise sobre seu capital eleitoral parte de uma premissa errada: os votos são o quantum hsitorico das oposições com raras variações.

Já quanto ao PC do B, com todo respeito, não passa de um partido linha auxiliar no cenário brasileiro, com raras exceções no norte nordeste.

Portanto, é claro que seria bom que forças políticas novas, com projetos alternativos surgissem, mas, sinceramente, essa tarefa não será cumprida pelo PC do B local, muito penos pela professora Odette, a qual muito respeito, mas que não ultrapassa seis ou sete mil votos(com excelente desempenho)nas próximas eleições.

Um abraço.


Félix

O caso é perdido. Desista!

Um abraço.

Anônimo disse...

Quando sagrou-se vencedor na eleições do partido, Eduardo manifestou seu desejo de unir o partido e trazer de volta as idéias e posturas da velha militância. Porque isso até agora não ocorreu?
Temos que pressioná-lo a cumprir sua promessa!

Anônimo disse...

A grande verdade é que o PT de Campos é um partido "faz de conta". Muito barulho, muita discussão, muito debate, muita vaidade, muito discurso e pouca ação...
Nada de rua, nada de povo, nada de olhos nos olhos, o barato é escrever em blog's, discutir teorias sociológicas...
Certa vez, diante de uma crise institucional que nossa cidade atravessava, várias postagens e mensagens por email foram enviadas ao blog do professor Roberto Moraes para pedir que ele se candidatasse à algum cargo público, qualquer que fosse, deputado, prefeito ou a vereador, mas que se candidatasse, pois muitos estavam vendo nele a esperança de uma nova liderança que surgia e que poderia ser a alternativa à Garotinho e Arnaldo. Porém, o professor Roberto simplesmente respondeu que ele não se candidataria, dizendo mais ou menos que estava preparado apenas para "ajudar a formar uma nova liderança, que não fosse ele, que queria apenas contribuir". O que foi frustante para todos leitores do seu blog, que não são poucos.
Acho que a postura do professor Roberto resume bem o PT de Campos, que está sempre se achando preparado apenas para formar uma nova liderança, ou um projeto político e de governo, mas nunca coloca isso em prática, nunca se apresenta de verdade para a população, nunca aparece na rua, não coloca sua cara para bater, está sempre fugindo da luta...

Anônimo disse...

Douglas, Odisséia está mal assessorada, isso é um fato. Falta competência ao pessoal que ela herdou do Renatinho, mas não é só isso, o pessoal do PT é muito vaidoso, vocês se acham os donos da verdade, os mais inteligentes do mundo. Leia o blog do Núcleo, qualquer crítica que é feita, eles vem com quatro pedras na mão.