terça-feira, 29 de junho de 2010

Ecos do passado!

Iam os anos de 2002, e eu era chefe de gabinete da Fenorte. Antes do concurso público que instituiu o corpo de funcionários efetivos atuais, todos os servidores eram contratados ou nomeados, como era o caso dos procuradores da FENORTE, na gestão Garotinho/Rosinha, através da preposta Ana Lúcia Boynard.

Dentre esses, um de muito talento, que inclusive era meu professor na FDC, apesar da pouca idade: Társis Nametala Jorge.

Hoje, vejo  um sobrenome igual, Nametala Jorge, presidente do TRE, e a prefeita, mantida no caro às custas de uma "compreensiva interpretação da Lei" pelo primeiro, e pergunto: Quanta coincidência, não?

Mas onde alguns vêem coincidência, eu vejo conseqüência.

3 comentários:

Anônimo disse...

Douglas,
a audiência pública pela implantação da Delegacia de Mulheres será hoje (29) às 14:00 no auditório de Santa Casa de Misericórdia.
Abraços

Roberto Torres disse...

Inacreditável.

Fundo do Baú disse...

Olá! Somos um novo blog pintando na área. Contamos com sua visita, com sua força, com seu apoio.

Visite a gente:

http://baudosblog.blogspot.com/